domingo, 9 de junho de 2013

Amor Próprio é...


Às vezes nos entregamos tanto, amamos demais, perdoamos em excesso, fechamos os olhos para as mentiras e, diante dos erros, nos perguntamos "o que fiz de errado?"... Esse é o maior erro do ser humano quando está cego por um sentimento, acreditar que a culpa é sua, que as atitudes da pessoa amada não passam de um castigo por você não ser bom o suficiente. Mas um dia você cresce, um dia você cansa de se perguntar porque aquele alguém parece ser a pessoa mais apaixonada do mundo quando estão a sós, mas te  trata como um nada diante dos outros, um dia você se dá conta que não obrigado a suportar grosserias porque ela não está em um bom dia e percebe que não faz sentido se permitir ser um depósito de frustrações alheias. Tem uma hora que é extremamente frustrante se dar conta que seu humor já não é mais seu e sim do outro e não importa quão bom esteja seu dia, ele não é nada diante do estado de humor do outro, mesmo que esse outro não ligue a mínima se você não está bem, pois está exultante demais para dar atenção ao seu mau humor.
Um dia você olha em volta e se dá conta que o mundo, o seu mundo, é muito mais que alguém que age como se você fosse sua propriedade e nunca fosse sair da estante em que foi colocado juntamente com os outros brinquedos, e é nesse dia você passa a descobrir que existe alguém muito mais importante que merece muito mais seu amor: VOCÊ. Isso se chama amor próprio.
Amor próprio aquilo que te faz seguir em frente sem olhar para trás depois do fim, amor próprio é quando, ao invés de perder noites de sono chorando no seu travesseiro, você passa noites acordado com os amigos num barzinho qualquer, na pista ou simplesmente na sala de casa fazendo bagunça até madrugar. Amor próprio é quando você entende que não precisa que alguém te diga o quanto é importante, pois você é capaz de ver isso nos olhos de todos os seus amigos - aqueles verdadeiros -, e não precisa de alguém dizendo que te ama, pois palavras nem sempre representam a realidade e atos são muito mais sinceros mesmo quando tais atos envolvem tapas e "socos" entre você e aquele seu amigo irritante. Amor próprio é quando você não precisa ouvir mentiras para sentir que é essencial na vida de alguém que pouco se importa com a tua presença, pois se sente a pessoa mais sortuda do mundo quando sua irmã mais nova te recebe em casa depois de um dia de trabalho como se estivesse fora há dias. Amor próprio é quando sabe dar valor às pessoas que te amam e não te culpam pelos próprios erros. Amor próprio é quando está de bem consigo mesmo e aprende a não guardar mágoas, pois entende que, às vezes, é preciso se ferir para aprender lições importantes - como se amar, por exemplo.
E, principalmente, amor próprio é se colocar em primeiro lugar e saber a hora de dizer adeus e seguir adiante sem se culpar.

Texto por Jéssica de Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espero que tenha gostado do post e sinta-se à vontade para dar sua opinião aqui e voltar sempre que quiser. Pode também deixar o link do blog para que eu e outros leitores possamos conhecer um pouco de você.
Muito obrigada pela visita <3