segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Não desiste, menina!



Você não precisa de regras para conhecer seus limites, o que precisa é de liberdade, todos precisam. Ninguém nunca saberá de seus limites, seus gostos, sonhos e vontades completamente se não tiver total liberdade, mesmo que seja liberdade para errar. Sinto dizer, mas aprendemos com nossos erros, não com os acertos. Veja só você, menina, tanto que amadureceu diante desses mil erros cometidos por si mesma, tudo o que se tornou nada mais é que o resultado dos seus enganos concebidos diante da graça que é a liberdade. Sinta-se feliz, agradeça aos céus e a si mesma por se dar esse espaço de possibilidades na vida. Agradeça às decepções, pois foram elas que te tornaram mais forte, mas fico feliz por manter sua sensibilidade diante de um mundo tão feio e injusto. Parabéns, menina, estou feliz por você. Mas tenha calma. Há um mundo gigantesco ao seu redor e um caminho duro pela frente, mas não tenha pressa nem medo, chegou até aqui e não há o que temer. Paciência não é seu forte, sei bem, mas para que correr? São tantos planos para serem realizados, tantos objetivos a serem atingidos, eu sei. Mas de nada adianta a pressa ou a pressão. Essas coisas a gente faz com calma para saírem bem certinhas e no tempo certo. Mas ei, só não desiste, menina, apenas tolos ficam satisfeitos.



Jéssica de Paula



Um comentário:

  1. Jessi!
    Usei essa mesma imagem num post recente que escrevi (mas ainda não postei). Esse teu texto se pareceu tanto com os que escrevo que até fiquei com um nó no coração! Adorei muito este, sweetie! Por mais textos assim aqui! :D

    Love, Nina.
    ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado do post e sinta-se à vontade para dar sua opinião aqui e voltar sempre que quiser. Pode também deixar o link do blog para que eu e outros leitores possamos conhecer um pouco de você.
Muito obrigada pela visita <3