sexta-feira, 20 de março de 2015

A Jornada (Erin E. Moulton)

Sinopse:  “A história começa lá em casa. Na montanha. Cinco quilômetros morro acima em uma rua poeirenta e esburacada, passando pelo pomar de Mr. Benny, logo depois da banca de legumes da Nanny Ann. Estamos no outono, minha estação favorita. E em poucos dias será meu feriado favorito: Halloween. É isso aí, aqui em Canton Creek Turnpike, é tempo de pegar doces e esculpir abóboras.” Quando as crianças ouvem histórias sobre lendas, mistérios e milagres, só podemos imaginar – de longe – o que estes contos podem significar em suas mentes. A história de A jornada surge assim: de uma senhora misteriosa, que vive entre as águas da floresta e é capaz de realizar milagres, a uma linda e comovente narrativa sobre o amor entre irmãs. Ao nascer fraquinha, com a vida em risco, Lilly desperta em suas irmãs uma necessidade heroica de providências. Tocadas pela tristeza que abate a família, elas se arriscam em uma jornada cheia de aventuras e situações muito incomuns. Entre florestas, quedas de água, pântanos, barulhos assustadores e caçadores nada agradáveis, as meninas lutam pela própria vida enquanto buscam a água milagrosa que deverá salvar sua irmãzinha. Um conto de fadas contemporâneo, escrito de forma sensível, que envolve o leitor nas maluquices das garotas e que é capaz de encantar e enternecer.

Resenha: Depois do baque de ver a irmã caçula chegando antes do esperado e descobrir as poucas chances de vida do bebê, Maple de apenas 9 anos decide ir atrás de um milagre com a "Mulher Sábia das Montanhas" que, de acordo com os contos, vive na floresta. Apesar de ter planejado tudo sozinha ela encontra um empecilho antes mesmo de sair porta à fora: sua irmã mais velha, Dawn, decidi ir junto.
As duas vivem aquela eterna briga mais que normal entre irmãos, porém durante essa aventura acabam encontrando uma na outra proteção, confiança e segurança.
No início achei um pouco parado e estava torcendo para que o restante do livro não fosse assim também considerando que eu esperava por muita aventura. Mas quando as duas irmãs finalmente partiram em busca da água milagrosa, a fim de salvar a pequena Lilly, não conseguia e nem queria parar de ler. Logo que elas entraram na canoa a aventura começou e me "puxou" junto.
Apesar de ter acontecimentos rápidos (assim como os capítulos) tem uma boa apresentação das personagens, a superioridade que uma quer ter sobre a outra, as brigas e também a amizade das duas que deixam as implicâncias de lado para agirem juntas contra os perigos da floresta.
Outra coisa bem legal é que a narração fica por conta da Maple que vê tudo de forma bem inocente e, ao contrário de Dawn, que já é um pouco mais velha, em nenhum momento desacredita nos contos sobre a tal Mulher Sábia que pode fazer milagres.
É um ótimo livro, não só no quesito aventura, mas também no familiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espero que tenha gostado do post e sinta-se à vontade para dar sua opinião aqui e voltar sempre que quiser. Pode também deixar o link do blog para que eu e outros leitores possamos conhecer um pouco de você.
Muito obrigada pela visita <3